Exibindo todos os projetos ativos na APTA

Página Inicial / Busca de Projetos

723 projetos ativos encontrados - pág. 1 de 25

Formação e mitigação de ésteres de 3-MCPD, 2-MCPD e glicidol em óleo de palma

n° SGP 1712

Altos níveis de formas ligadas de cloropropanóis (MCPDE) e de glicidol (GE) tem sido encontradas em óleos vegetais refinados, especialmente em óleo de palma e produtos derivados, formados como resultado da etapa de desodorização. O entendimento dos mecanismos químicos de reação assim como de seus principais percursores é necessário para que possam ser propostas medidas para mitigação.  No presente projeto, serão realizados experimentos em escala laboratorial de forma a simular o processo de desodorização do óleo de palma, com o objetivo de disponibilizar dados sobre os principais fatores envolvidos na formação de MCPDE e GE, e uma tecnologia inovadora e eficiente para a redução simultânea dos contaminantes. Espera-se que os resultados obtidos possam contribuir de maneira significativa para o avanço do estado-da-arte desta área de pesquisa emergente e altamente relevante para a segurança alimentar e saúde pública.

Ver detalhes do projeto

  Eduardo Vicente      ITAL

Desenvolvimento e caracterização de peptídeos multifuncionais

n° SGP 1691

Muitos nutrientes são considerados essenciais à vida, uma vez que participam de funções bioquímicas e rotas metabólicas vitais, como é o caso dos microminerais essenciais: Fe, Cu e Zn. Devido à importância da homeostase dos minerais no organismo, em geral, esta tem sido utilizada como um indicador de saúde. No caso da doença de Alzheimer (DA), estudos recentes apontam ocorrer um desequilíbrio de alguns minerais, com acúmulo de Cu, Zn e Fe no sistema nervoso central, como parte do processo de formação e deposição de placas amilóides.  O objetivo deste trabalho é investigar os peptídeos de hidrolisados de soro de leite com capacidade quelante aos minerais: Fe, Cu e Zn e prospectar sua atividade biológica na doença de Alzheimer (DA). Para avaliar o potencial dos peptídeos em inibir a agregação dos peptídeos ß-amilóides e sua deposição, assim como a capacidade antioxidante e a atividade anticolinesterásica serão realizados testes in vitro. A redução da atividade da enzima acetilcolinesterase contribui para diminuir a degradação da acetilcolina do sítio sináptico no cérebro. Para tal, as proteínas do soro de leite serão hidrolisadas com as enzimas proteolíticas: Alcalase® e Cardosinas (asparaginases) em condições já estabelecidas em estudos anteriores. Após atingirem cerca de 20% de grau de hidrólise, os hidrolisados serão ultrafiltrados e as frações peptídicas menores que 5kDa serão utilizadas como fonte de peptídeos com afinidade em sequestrar minerais (Fe, Cu e ZN). Os peptídeos serão isolados utilizando cromatografia líquida de baixa pressão (FPLC) e coluna de afinidade a íons metálicos (resina HP-IMAC). Posteriormente os peptídeos isolados serão liofilizados e caracterizados estruturalmente, sendo sequenciados por espectrometria de massas tandem (MS/MS). Testes in vitro serão realizados para avaliar o seu potencial: i) antioxidante, ii) em inibir a ação da enzima acetilcolinesterase e iii) sequestrar os minerais (Cu, Fe e Zn) e consequentemente inibir a agregação e fibrilação dos peptídeos ß-amilóides. Com os resultados desta pesquisa pretende-se encontrar ligantes peptídicos capazes de sequestrar minerais envolvidos na DA, que ajudem a modular a homeostase dos íons metálicos no organismo, abrindo caminho a longo prazo para projeção de novas substâncias terapêuticas de combate a doença.

Ver detalhes do projeto

  Maria Teresa Bertoldo Pacheco      ITAL

Estudo das encefalites e encefalopatias dos equídeos

n° SGP 1686

O estudo de enfermidades que afetam o sistema nervoso central de equídeos tem o objetivo dar suporte laboratorial aos estudos epidemiológicos executados sistematicamente para diagnóstico de situação sanitária e vigilância epidemiológica das encefalites e encefalopatias visando sua profilaxia e controle. E também apoio laboratorial aos programas sanitários federais e fornecer subsídios aos órgãos competentes e propor as diretrizes para ações sanitárias relacionadas à prevenção destas doenças, além de divulgar e disponibilizar o diagnóstico e informações sobre as enfermidades estudadas. As análises serão realizadas a partir de sistema nervoso central e LCR (líquido cefalorraquidiano) encaminhados para diagnóstico laboratorial. Os métodos serão utilizados conforme a suspeita clínica.

Ver detalhes do projeto

  Maria do Carmo Custodio de Souza Hunold Lara      IB

A PESCA DE ROBALOS NA ÁREA ESTUARINA DA BAIXADA SANTISTA

n° SGP 1681

Mesmo com os intensos impactos socioambientais causados pela existência de um polo industrial e portuário, o Complexo Estuarino Santos-São Vicente-Bertioga é importante para algumas comunidades de pescadores profissionais artesanais da Baixada Santista e para a pesca recreativa que nesse ambiente compartilham o uso de alguns recursos, como os robalos Centropomus spp., de elevado valor comercial. Os esforços somados da pesca artesanal e da pesca esportiva que exercem pressão sobre os estoques de robalo demandam que tais sistemas pesqueiros sejam bem conhecidos para adequada gestão do recurso e do território. Este estudo visa contribuir para a caracterização da atividade pesqueira artesanal e recreativa voltadas à pesca do robalo na área referida acima, visando ampliar a compreensão sobre os processos ambientais e produtivos, bem como fornecer subsídios para a gestão pesqueira da área. Para isso, serão realizadas entrevistas que envolvem a caracterização socioeconômica, o conhecimento ecológico local e a percepção dos conflitos e dos impactos da atividade pesqueira sobre este importante recurso.

Ver detalhes do projeto

  Ingrid Cabral Machado      IP

Densidade de estocagem de tilápia em sistema de bioflocos (BFT)

n° SGP 1677

Apesar do sistema de biofloco (BFT) apresentar tecnologia bem desenvolvida para a produção de camarões marinhos no Brasil, a produção de tilápia nesse sistema está em desenvolvimento. Há poucos estudos sobre a influência da densidade de estocagem no desenvolvimento da espécie nas fases iniciais de criação em BFT, principalmente se considerarmos densidades próximas das que são comumente utilizadas em empreendimentos comerciais. Além disso, pelo fato do biofloco ser um recurso alimentar comprovadamente aproveitado pela espécie, não se tem conhecimento da eficácia da reversão sexual em larvas criadas em BFT. Assim, serão avaliadas técnica e economicamente cinco densidades (tratamentos) de estocagem de tilápia nas fases de reversão (2.000, 3.500, 5.000, 6.500 e 8.000 larvas m-3) e alevinagem (625, 900, 1.250, 1.600 e 2.500 ind m-3). O delineamento será inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os experimentos serão realizados no Laboratório de Nutrição do Centro do Pescado Continental. O sistema BFT será “in situ”, ou seja, a formação do biofloco se dará no mesmo tanque de produção dos peixes. Os animais serão mantidos em caixas de PVC (volume útil de 270 L), com aeração constante e controle de temperatura e das variáveis limnológicas (oxigênio, amônia, nitrito, nitrato, fósforo, alcalinidade, pH, sólidos sedimentáveis). Ao final do período experimental serão avaliados os parâmetros de desempenho produtivo (incluindo o índice de reversão, na fase larval) para cada tratamento. Será realizada, ainda, a avaliação econômica do sistema.

Ver detalhes do projeto

  Helenice Pereira de Barros      IP

"Preparação de alto rendimento automatizada de amostras para determinação de contaminantes multiressíduos em carne bovina"

n° SGP 1676

Em julho de 2016 o Brasil e Estados Unidos assinaram um acordo bilateral para venda da carne bovina in natura. Um contrato desse tipo define regras sanitárias e comerciais para ambos países envolvidos, que inclui temperatura de armazenamento e transporte, forma de armazenamento e outros aspectos relacionados a garantia da qualidade e segurança alimentar de produtos destinados ao consumidor final. A determinação de contaminantes na carne é parte do processo de certificação da segurança alimentar do produto, auxiliando no processo de exportação ou importação, além de auxiliar em políticas públicas em casos positivos. Neste contexto o treinamento pleiteado junto ao Residue Chemistry and Predictive Microbiology Research (RCPMR) do United State Department of Agriculture (USDA) visa contribuir para a cadeia de proteína animal do agronegócio paulista e brasileiro. Este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de uma metodologia para determinação de resíduos de 149 contaminantes orgânicos (pesticidas, drogas veterinárias e PCBs) em carne bovina utilizando um novo sistema de automação de clean-up de alta capacidade (ITSP) com Mini cartuchos de extração em fase sólida (Mini-SPE), acoplados on-line a um sistema de cromatografia gasosa de baixa pressão (LPGC-MS/MS) e por cromatografia liquida de ultra alta pressão (UHPLC-MS/MS) acoplados a espectrômetros de massas. Os produtos serão extraídos da carne utilizando o método QuEChERS modificado e o método validado será aplicado em amostras de carne oriundas do Brasil e USA. Este treinamento trará benefícios não só a mim e ao Laboratório de Resíduos de Pesticidas do Instituto Biológico (LRP-IB) mas também a toda comunidade científica brasileira afim, pois pretendo disseminar os conhecimentos adquiridos através de apresentação de trabalhos e treinamentos e modernização da capacitação do Brasil em determinação de resíduos de contaminantes em carne, principalmente para exportação, trazendo divisas ao nosso país.

Ver detalhes do projeto

  Sergio Henrique Monteiro      IB

Desenvolvimento e avaliação de produto formulado com óleos essenciais no que se refere à eficácia em relação a pragas, insetos, helmintos, nematoides, ácaros, tendo importância veterinária e humana.

n° SGP 1646
  1. OBJETIVO DO PROJETO:

 

Atestar cientificamente que formulação com óleos essenciais possui efeito acaricida e inseticida para uso externo em animais de interesse zootécnico.

 

  1. JUSTIFICATIVA DO PROJETO

 

Carrapatos e moscas, como o carrapato-do-boi (espécie Rhipicephalus microplus), mosca-do-chifre (Haematobia irritans), mosca do berne (Dermatobia hominis), trazem grandes prejuízos ao produtor rural, principalmente na pecuária leiteira e confere à indústria farmacêutica veterinária vultosa receita em vendas de produtos carrapaticidas e mosquicidas que, ultimamente, têm apresentado resultados insatisfatórios no controle, em função do desenvolvimento de cepas geneticamente resistentes. Um problema que as usinas de cana-de-açúcar e os pecuaristas vêm enfrentando atualmente é a proliferação da mosca do estábulo (Stomoxys calcitrans), que tem causado grandes prejuízos econômicos na região noroeste do Estado de São Paulo.

O cascudinho, espécie Alphitobius diaperinus, é um inseto da ordem Coleoptera, encontrado na cama de aves, e considerado praga em aviários, seja de frangos de corte ou poedeiras, trazendo prejuízos econômicos de grande monta para a atividade.

Em estudos prévios os óleos essenciais têm apresentado atividade superior a produtos comerciais no combate a pragas da agropecuária. Óleos essenciais são produtos naturais oriundos de plantas, e por isso o seu uso proporciona carne e leite sem resíduos de produtos químicos comerciais. A Secretaria da Agricultura tem priorizado a saudabilidade nas práticas de produção que visam um produto final de qualidade superior para o consumidor final.

Testes realizados em laboratório com o carrapato Rhipicephalus microplus, e testes preliminares realizados no campo com um produto oriundo de uma formulação desenvolvida no Instituto de Zootecnia, juntamente com a empresa HYG Systems, têm mostrado o potencial de controle sobre populações de carrapato, moscas e insetos.

Uma vez confirmada a boa eficácia do produto desenvolvido pelo IZ em parceria com a empresa HYG, este pode se tornar muito bem aceito no mercado por se tratar de um produto de origem natural, com menos resíduos que causam malefícios para a saúde humana e animal.

 

 

Ver detalhes do projeto

  Luciana Morita katiki      IZ

Mapeamento de habitats em áreas de proteção ambiental marinha e combate à pesca fantasma.

n° SGP 1643

O efeito da pesca vai além da retirada de biomassa, também gera os petrechos de pesca perdidos, abandonados ou descartados, conhecidos como petrechos fantasmas, problema recorrente na Área de Proteção Marinha do Litoral Centro no Estado de São Paulo (APAMLC). Os objetivos deste estudo na APAMLC são: mapear e classificar os habitats marinhos por imagens sonar e digitais; detectar, identificar e remover os petrechos fantasmas para reciclagem sustentável; avaliar os impactos causados no ambiente marinho e marcação das redes de arrasto de praia e emalhar para cadastro. No período de abril de 2017 a março de 2019 serão realizadas 10 campanhas para detecção e remoção de petrechos fantasmas por meio de sonar de varredura lateral, veículo operado remotamente (ROV), sistema de aeronave remotamente pilotada - RPAS (drone), câmera subaquática rebocada, mergulho científico e inspeção visual da superfície. Os resultados irão fornecer informações fundamentais para o ordenamento do território e estratégias para o manejo e conservação de recursos pesqueiros, viabilizar uma abordagem ecossistêmica à gestão das atividades humanas para proteger o ambiente marinho e reciclagem dos petrechos fantasmas para produtos poliméricos sustentáveis de alto valor ambiental agregado.

Ver detalhes do projeto

  Luiz Miguel Casarini      IP

Caracterização físico-química do grão, granulometria, grau de torra e avaliação sensorial da qualidade da bebida, provenientes de diferentes regiões cafeeiras do Estado de São Paulo

n° SGP 1641

O objetivo desse Plano de Ação será a determinação físico-química dos principais constituintes presentes em amostras de grãos em cereja e grãos secos/crus sem casca de Coffea arabica L., provenientes de diferentes regiões e manejos, bem como a qualidade da bebida do café. Serão determinados: umidade e voláteis, cinzas, lipídios totais, proteínas, carboidratos, composição em ácidos graxos, açúcares redutores, não-redutores e totais, cafeína, trigonelina, ácidos clorogênicos totais, sólidos solúveis, acidez total titulável, pH e compostos fenólicos totais. Tambem serão determinados a granulometria, o grau de torra do grão processado e a avaliação sensorial da bebida do café estabelecida por julgadores treinados e por consumidores.

Ver detalhes do projeto

  Katia Maria Vieira Avelar Bittencourt Cipolli      ITAL

PROTOCOLOS DE COLETA DE FEZES DO LAMBARI PARA ESTUDO DE DIGESTIBILIDADE

n° SGP 1639

O lambari-do-rabo-amarelo é uma espécie que está mudando o cenário da piscicultura em viveiros escavados no Estado de São Paulo, especialmente as pequenas propriedades, proporcionando fixação do homem no campo e geração de renda. Dentro do conceito que a alimentação é o fator de maior custo em uma piscicultura, o uso de dietas especificas de melhor qualidade pode ser um ponto importante para um empreendimento economicamente mais sustentável. O conhecimento dos valores digestíveis dos nutrientes, em especial a proteína, dos principais alimentos utilizados nas rações para peixes torna-se imprescindível para a obtenção de melhor desempenho, eficiência nos processos metabólicos e mitigação dos impactos ambientais. Previamente a isso, a metodologia empregada para a coleta de fezes neste tipo de estudo in vivo tem influencia direta na acurácia dos resultados, sendo essencial sua avaliação para padronização de um protocolo experimental, visando maior conteúdo de matéria seca de fezes necessárias para as análises laboratoriais, visto que o lambari é uma espécie de porte pequeno e consequentemente a quantidade de fezes produzida por dia também é pouca. Assim o presente estudo tem-se por objetivo desenhar um protocolo de coleta de fezes e manejo pré-coleta com intuito de obter maior conteúdo de fezes, para posterior estudo de digestibilidade e determinação de exigência dietética de proteína digestível.

Ver detalhes do projeto

  Eduardo Gianini Abimorad      IP

Levantamento da ocorrência do Banana streak virus (BSV) e do Cucumber mosaic virus (CMV) em cultivo convencional e orgânico de Musa spp no Vale do Ribeira, SP

n° SGP 1633

A ocorrência do Banana streak virus (BSV) e Cucumber mosaic virus (CMV), cujos sintomas em bananeiras são conhecidos, respectivamente, como estria e mosaico, pode ser considerada um fator limitante na produção e qualidade dos frutos e um entrave para a movimentação de germoplasma no país e no exterior. O presente trabalho teve como objetivo estudar a incidência destes vírus em dois sistemas de cultivo, um convencional no município de Registro e um orgânico no município de Sete Barras, Vale do Ribeira. No cultivo orgânico foram avaliadas dez mudas de bananeiras ‘Galil 7’ introduzidas aleatoriamente e dez bananeiras ‘Prata’ jovens. No cultivo convencional foram avaliadas dez mudas de bananeiras ‘Galil 7’ introduzidas, cinco bananeiras ‘Nanica’ e cinco ‘Prata’ jovens. A ocorrência do CMV foi detectada em 58,7% das bananeiras ‘Prata’ jovens e 35,9% das mudas de ‘Galil 7’ introduzidas e o BSV foi detectado em 87,5% das bananeiras ‘Prata’ jovens e 75% das mudas de ‘Galil 7’ introduzidas, no cultivo orgânico. Enquanto, no cultivo convencional, a ocorrência do CMV foi detectada em 42,50% das amostras de bananeiras ‘Nanica’ jovens, 44,4% das bananeiras ‘Prata’ jovens e 23% das mudas de ‘Galil 7’ introduzidas e o BSV foi detectado em 50% das bananeiras ‘Nanica’ jovens, 57,1% das bananeiras ‘Prata’ jovens e 62,5% das mudas de ‘Galil 7’ introduzidas.  Pelo monitoramento realizado nos dois municípios do Vale do Ribeira constatou-se que o BSV e o CMV ocorrem com alta incidência nas, cultivares comerciais de bananeiras mais cultivadas e foi possível detectar a presença dos vírus nas amostras coletadas, antes da manifestação dos sintomas nas folhas. 

Ver detalhes do projeto

  Addolorata Colariccio      IB

Avaliação microbiológica de alimentos prontos para consumo preparados nas unidades de alimentação coletiva de municípios paulistas (Renovação)

n° SGP 1626

Serão avaliadas amostras de alimentos prontos para consumo preparados em unidades de alimentação coletiva de 20 municípios paulistas, em quatro períodos de coleta durante a vigência do projeto. De cada unidade produtora, serão analisados os alimentos que comporão: o prato principal, a guarnição e a salada, além do arroz e feijão.  Todas as amostras serão submetidas aos ensaios microbiológicos, conforme estabelecidos pela Resolução RDC no 12 de 02 de janeiro de 2001, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Grupo de Alimentos 22, Item b.

Os ensaios microbiológicos serão conduzidos no laboratório de microbiologia do CCQA/ITAL e de acordo com as metodologias preconizadas pela ISO 6579 (2007) e AOAC Official Method 2003.09 (2012) para a pesquisa de Salmonella (em 25g); AOAC Official Method 990.12 (2012) para a determinação de Escherichia coli (UFC/g); ISO 6888-1 (2003) para a determinação de Estafilococos coagulase positiva (UFC/g) e SALFINGER & TORTORELLO (2015) para as determinações de Bacillus cereus (UFC/g) e Clostridium perfringens (UFC/g). 

 

 

Ver detalhes do projeto

  Beatriz Thie Iamanaka      ITAL

Processo de co-cristalização para obtenção de matriz mista aplicada na redução de açúcar em alimentos

n° SGP 1624

Propõe-se desenvolver um ingrediente composto (matriz mista), capaz de reduzir o açúcar em produtos de confeitos e panificação, mantendo as características intrínsecas dos mesmos. Para tal, deverá ser utilizado o princípio da co-cristalização, ajustando-se o processo para a formação de um sólido particulado cristalino agregando-se substâncias de interesse na matriz de sacarose, sendo este utilizado como um ingrediente homogêneo para redução de açúcar nos produtos.

Ver detalhes do projeto

  Marise Bonifácio Queiroz      ITAL

Estudo da presença de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos em manteiga

n° SGP 1620

Os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) são compostos formados a partir da queima incompleta de material orgânico e têm sido muito estudados devido ao potencial carcinogênico apresentado por alguns deles. Os HPAs são considerados contaminantes ambientais e podem ser liberados na atmosfera através de processos de erupção vulcânica, incêndios florestais, processamento de carvão, petróleo, gás natural entre outros. O objetivo do presente projeto é validar uma metodologia para análise de 13 HPAs considerados carcinogênicos em manteiga e avaliar a presença desses compostos em amostras disponíveis comercialmente na região de Campinas. Os dados gerados poderão auxiliar a tomada de ações que venham a minimizar a exposição da população a compostos potencialmente carcinogênicos, assim como garantir a segurança e qualidade de uma classe de produtos que é altamente consumida pela população brasileira.

Ver detalhes do projeto

  Silvia Amélia Verdiani Tfouni      ITAL

Seletividade de Altacor e Verimark na cultura da cana-de-açúcar

n° SGP 1618

Os ensaios serão em blocos ao acaso, constando de oito tratamentos e quatro repetições e tratamentos conforme protocolos em anexo. As aplicações serão realizadas “em esguicho” no colo da planta ou convencional, realizadas com pulverizador costal CO2 à pressão constante. A cultura será examinada quanto à presença de sintomas de fitotoxicidade em relação às parcelas não tratadas (testemunhas) e estimando um percentual de injúria usando escala de 0 (sem injúria) a 100% (completa injúria) de fitotoxicidade, descrevendo onde observa-se fitoxicidade detalhadamente (clorose, deformação, etc.). Serão avaliados o número de entrenós com danos de larvas da broca da cana dos entrenós quantificados em 15 colmos aos 120 e 180 dias após a emergência, bem como quantificados o numero total de entre-nós, número de lagartas presentes e número de colmos com danos.

Ver detalhes do projeto

  José Roberto Scarpellini      Apta Regional / IB

Aplicação de micropartículas das antocianinas do hibisco (Hibiscus sabdariffa L.) em iogurte.

n° SGP 1617

      A fim de aumentar as fontes de corantes naturais aplicáveis e a saudabilidade dos alimentos industrializados, este projeto tem como objetivo a aplicação em iogurte de microencápsulas do corante natural antocianina, obtido do extrato do hibisco (Hibiscus sabdariffa L.).

As etapas do trabalho serão: Avaliar a aplicação do extrato de hibisco livre e das micropartículas contendo o extrato, obtidas pela técnica de gelificação iônica (métodos de coextrusão e atomização). Caracterizar as amostras de iogurte quanto a composição centesimal e análises de qualidade (pH, atividade de água, acidez, antocianinas, polifenóis e cor objetiva)..

Ver detalhes do projeto

  Alba Lucia Andrade Coelho      ITAL

Plantas espontâneas em pastagem: Potencial forrageiro e sua contribuição para sustentabilidade dos sistemas de produção

n° SGP 1609

Plantas espontâneas existentes em pastagens, embora descritas como plantas daninhas ou invasoras, ocupam um nicho específico neste ecossistema e devem ser estudadas procurando-se elucidar os benefícios que podem trazer ao meio em que estão presentes através da ciclagem de nutrientes via parte aérea e raízes, bem como pelo seu potencial forrageiro para alimentação animal. Este trabalho tem como objetivo avaliar esta contribuição conhecendo-se composição química e capacidade de extração de nutrientes do solo por essas  plantas  e pelo seu valor nutritivo. O experimento será conduzido em casa de vegetação no Instituto de Zootecnia em Nova Odessa, SP e serão avaliadas  cinco plantas: gramínea forrageira (Brachiaria decumbens cv. Ipean), leguminosa forrageira (Macrotyloma axillare NO 279) e três plantas espontâneas (Bidens pilosa, Sida rhombifolia e Amaranthus viridis) nas fases de crescimento vegetativo e reprodutivo, estabelecidas com o corte das plantas e destruição dos vasos, realizados em cada uma dessas fases, respectivamente. O delineamento será de blocos completos casualizados em esquema fatorial 5 x 2 (cinco plantas e dois cortes), com quatro repetições  totalizando 40 unidades experimentais (40 vasos). Em cada corte a parte aérea das plantas será separada nas frações colmo ou ramos e folhas com determinação da área foliar através aparelho integrador de área foliar LI 3100, coleta de solo para análise química e a separação do sistema radicular. Será determinada a massa seca de cada componente da planta (parte aérea e raízes) bem como sua composição em  macronutrientes (N, P, K, Ca, Mg e S). Nas folhas serão realizadas também a análise bromatológica (proteína bruta, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, lignina) e digestibilidade in vitro da MS.

Ver detalhes do projeto

  Flavia Maria de Andrade Gimenes      IZ

Caracterização do perfil peptídico de hidrolisados enzimáticos por eletroforese capilar

n° SGP 1605

Neste trabalho as proteínas do soro de leite hidrolisadas pelas enzimas digestivas serão caracterizadas quantos ao perfil peptídico usando a técnica de eletroforese capilar. A proteína de soro de leite será submetida ao processo in vitro de digestão gástrica e gastrointestinal, utilizando as condições que simulam a digestão humana.  A digestão gástrica (pH 2)  e gastrointestinal (pH 6,5) serão realizadas em duas fases, com enzimas distintas, ambas conduzidas a 37°C/2h sob agitação. O digerido será centrifugado (3200xg/1h, 4°C) e a fração sobrenadante utilizada para análise do perfil peptídico. As condições de melhor performance das amostras no equipamento de eletroforese capilar serão definidas por este trabalho. Portanto, este estudo pretende contribuir para definir as condições para realização do perfil hidrolítico de proteínas submetidas à digestão enzimática.

Ver detalhes do projeto

  Maria Teresa Bertoldo Pacheco      ITAL

Estudo sobre a ocorrência de blowout em tampas de latas de bebidas carbonatadas

n° SGP 1603

Blowout é o termo utilizado para definir a projeção da escotilha da tampa de fácil abertura para fora da lata, como resultado do rompimento do semicorte e da atuação da pressão interna da lata. Esta abertura espontânea da tampa pode estar relacionada a diversos fatores, tais como o desenvolvimento de corrosão, a medida da espessura residual do semicorte e sua integridade, a pressão interna do produto e as condições de temperatura no transporte e distribuição.

Este projeto tem por objetivo estudar a influência de íons cloreto e cobre no desenvolvimento de blowout em tampas de alumínio para latas de bebidas. Será avaliada a resistência à ocorrência de blowout em tampas de fácil abertura em alumínio produzidas propositadamente com diferentes espessuras residuais no semicorte, por meio do contato com solução de cloreto a 20 ppm com e sem adição de cobre e condicionamento em ambiente de temperatura e umidade relativa elevadas (40ºC / 90 %UR).

Ver detalhes do projeto

  Sílvia Tondella Dantas      ITAL

Estudo comparativo das metodologias empregadas na avaliação da integridade de embalagens destinadas ao acondicionamento de produtos para saúde

n° SGP 1602

O presente estudo tem por objetivo comparar as metodologias empregadas na avaliação da integridade de embalagens porosas e não porosas para produtos para saúde descritas nas normas ASTM F1929, ASTM F3039, ASTM F2096, incluindo o levantamento da sensibilidade dos métodos e a otimização da aplicação do método de detecção de vazamentos por espectrometria de massa com gás hélio para embalagens porosas a partir da metodologia descrita na norma ASTM E499/E499M. Para isso serão avaliados dois tipos de materiais sendo um composto por material poroso (filme termosselado com papel grau cirúrgico) e outro por material impermeável (filme aluminizado) com os quais serão simuladas falhas da integridade tanto no corpo quanto na selagem das embalagens em no mínimo três condições.

Ver detalhes do projeto

  Sílvia Tondella Dantas      ITAL

Seleção de genótipos de café Bourbon para o desenvolvimento de cultivares visando a produção de cafés especiais

n° SGP 1601

     Após o lançamento da cultivar Mundo Novo na década de 50 os programas de melhoramento genético de café arábica priorizaram o desenvolvimento de genótipos voltados para o mercado de café commoditie, isto é, cultivares altamente produtivas e com boas características agronômicas, sobretudo resistentes à ferrugem-da-folha, principal doença do café. Nesse sentido, a cultivar Bourbon, até então a mais plantada no país naquela época, não foi mais priorizada pelos cafeicultores e pelos programas de melhoramento devido a sua baixa produção e ser suscetível a doenças e exigente em nutrição, ao contrário do Mundo Novo que apesar de ser altamente suscetível à ferrugem é uma planta bem rústica, produtiva e adaptada aos mais diversos ambientes de cultivo. Essas duas cultivares são de porte alto.

     Com o advento do mercado de cafés especiais o germoplasma Bourbon retomou o interesse tanto por parte do consumidor quanto dos melhoristas. Apesar de seus problemas agronômicos esse material possui uma qualidade sensorial diferenciada tais como doçura, sabor achocolatado, aroma frutado intenso e agradável acidez cítrica, sendo, portanto, um material genético específico para a produção de cafés especiais.

     A seleção de linhagens/progênies de Bourbon do Banco de Germoplasma do IAC introduzidas na década de 50 é uma frente de trabalho para desenvolver novas cultivares; outra frente seria realizar hibridações entre o germoplasma Bourbon com cultivares elites, tais como Obatã, Tupi, IAC 125 (são produtivas, porte baixo e resistentes/tolerantes à ferrugem-da-folha) entre outros.

     O objetivo desse trabalho é selecionar linhagens e desenvolver progênies de café arábica com o perfil sensorial do Bourbon e que apresentem características agronômicas desejáveis, tais como produção/vigor, menor porte e tolerância à ferrugem-da-folha esperando-se que num futuro próximo uma nova cultivar com essas características e perfil sensorial diferenciado agregará valor ao cafeicultor brasileiro.

     Serão realizadas avaliações agronômicas de genótipos de café Bourbon das coleções do IAC para a seleção de plantas promissoras, as quais serão utilizadas no processo convencional de melhoramento (sucessivos ciclos seletivos e avanços de gerações) e no programa de hibridações. Serão realizadas avaliações agronômicas visando a melhoria da produção, do vigor, porte e arquitetura da planta, tolerância a doenças (principalmente a ferrugem-da-folha), diferentes estágios de maturação e tamanho dos frutos. As plantas selecionadas serão então estudadas em novos experimentos, instalados em pelo menos dois locais no estado de São Paulo, seguindo o delineamento de blocos ao acaso, contendo entre 15 e 25 genótipos derivados de Bourbon e entre duas e quatro testemunhas comuns a todos os experimentos, quatro ou seis repetições e com no mínimo cinco plantas por parcela. Concomitantemente, serão realizadas hibridações entre genótipos de café Bourbon (do banco de germoplasma) e materiais genéticos elite (cultivares comerciais) e genótipos introduzidos de outros países do banco de germoplasma do IAC afim de desenvolver populações-base. As sementes híbridas serão então plantadas em delineamento experimental para as avaliações agronômicas, tecnológicas e sensoriais para o avanço de gerações em cada Estado.

Ver detalhes do projeto

  Júlio César Mistro      IAC

Avaliação comparativa do desempenho mecânico de artigos cerâmicos de uso doméstico nacionais e importados

n° SGP 1600

O presente projeto tem por objetivo levantar informações técnicas comparativas a respeito do desempenho mecânico de artigos cerâmicos nacionais e importados de uso doméstico para contato com alimentos, de forma a subsidiar futuros programas de avaliação de conformidade do INMETRO para a garantia da qualidade técnica dessa classe de produto. A caracterização morfológica microestrutural de artigos cerâmicos nacionais e importados por microscopia eletrônica de varredura – MEV será também conduzida no presente estudo para posteriormente correlacionar a microestrutura ao desempenho mecânico do material. 

Ver detalhes do projeto

  Sílvia Tondella Dantas      ITAL

Avaliação dos efeitos do fungicida APROACH PRIMA em girinos de rã-touro (Lithobates catesbeianus) através da análise de biomarcadores

n° SGP 1597

O uso de indicadores biológicos tem aumentado nos últimos anos, com o intuito de investigar a poluição ambiental, sendo que o ambiente aquático apresenta uma grande vulnerabilidade, tendo a agricultura papel de destaque como uma das principais atividades humanas que contribui para o aumento da poluição, devido à utilização de pesticidas. Essas substâncias, dentre os poluentes ambientais, têm recebido recente atenção pelo seu potencial em alterar populações e o dinamismo entre comunidades. Os biomarcadores podem ajudar a avaliar o estado de saúde das populações de anfíbios, atuando como parâmetros finais e subletais da intoxicação. Em virtude da necessidade de estabelecer biomarcadores com maior sensibilidade, precisão e informação rápida após da exposição e ação dos estressores ambientais e particularmente dos pesticidas usados no ambiente, será testada a análise do sistema pigmentar extracutâneo e especificamente nos órgãos hematopoiéticos como baço e fígado, onde residem os melanomacrófagos (MMCs). Os anfíbios anuros ocorrem em todos os continentes, apresentam ampla distribuição geográfica, sendo encontrados em todos os continentes, exceto na Antártica, sendo mais abundantes em países tropicais e a rã-touro é uma espécie já utilizada em ensaios de ecotoxicologia aquática. O Aproach® Prima é um fungicida sistêmico que contém picoxistrobina (do grupo das estrobilurinas, inibidores do fluxo de elétrons da respiração mitocondrial) e ciproconazole (do grupo dos triazóis, inibidores da biossíntese do ergosterol), usado em pulverizações preventivas, para o controle de doenças da parte aérea da cultura do algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, milho, soja e trigo. Quanto à sua classificação toxicológica, pertence à classe III, sendo medianamente tóxico e quanto à classificação do potencial de periculosidade ambiental, pertence à classe II, muito perigoso ao meio ambiente, segundo dados da bula do produto. Este produto foi escolhido para realização dos ensaios ecotoxicológicos, em virtude de sua utilização na cultura no arroz inundado, que é a principal cultura da região do Vale do Paraíba e que apresenta grande interface com o ambiente aquático.

 

Ver detalhes do projeto

  Adriana Sacioto Marcantonio      Apta Regional / IP

Desenvolvimento e avaliação de cultivares e progênies de café arábica apropriadas para a cafeicultura de montanha do Estado de São Paulo

n° SGP 1596

     O estado de São Paulo é o segundo  produtor nacional de café arábica, sendo que o seu cultivo ocorre também em áreas montanhosas, acidentadas caracterizadas por temperaturas amenas e altitudes elevadas, tais como as regiões da Alta, Média e Baixa Mogiana (maior produtora) e o Centro-Sul. Essa condição climática potencializa a qualidade sensorial do café, atributo atualmente de grande valor econômico, porém a declividade acentuada dificulta o cultivo do café, onde os tratos culturais são de difíceis execuções. Nesse sentido, o desenvolvimento de cultivares que se adaptem melhor a essa condições e concomitantemente apresentem características que dispensem, ou utilizem menos, defensivos agrícolas e facilitem a colheita manual são de grande valia a esses cafeicultores. Atualmente, o IAC possui em seu programa de melhoramento genético vários genótipos, em diferentes gerações, que poderão no futuro ser indicados para esse tipo de cafeicultura, pois aliam porte baixo (o que facilita a colheita), resistência à ferrugem-da-folha (principal doença e que ocorre com maior severidade nessas regiões) e qualidade diferenciada de bebida, o que agregaria maior valor econômico ao produto.

     A finalidade do projeto é verificar o comportamento agronômico e a adaptação de genótipos de café arábica em áreas de montanhas no estado de São Paulo, para tanto serão instalados experimentos em locais a serem definidos no transcorrer da vigência dessa proposta. Tais experimentos serão alocados em delineamento de blocos ao acaso, com no mínimo três repetições. O número de plantas por parcela será de acordo com a geração filial em que os genótipos se encontrem.

Ver detalhes do projeto

  Júlio César Mistro      IAC

Eficiência do suplemento alimentar ©BeesVita Plus (BVP) para prevenção de doenças em Apis mellifera africanizadas, em condições tropicais.

n° SGP 1594

Cerca de um terço dos alimentos que chegam às nossas mesas dependem da polinização das abelhas. Além da produção de alimentos em áreas agrícolas por meio da polinização, esses insetos são vitais também na manutenção de sistemas naturais. A obtenção de produtos apícolas, os quais são amplamente utilizados pelo ser humano para diversas finalidades, dentre as quais alimentação e produção de cosméticos soma-se ao conjunto de fatores que tornam as abelhas organismos de grande importância econômica. Todavia, a produção de alimentos, os serviços ecossistêmicos e a comercialização de produtos apícolas vêm sendo comprometidos nas últimas duas décadas devido ao declínio de populações desses polinizadores. Este declínio tem sido observado em todo o mundo e vem sendo atribuído a diversas causas, dentre as quais doenças, longos períodos de estiagem, aumento das áreas de monoculturas, baixa qualidade nutricional e uso inapropriado de agrotóxicos na agricultura. Para designar tal fenômeno adotou-se, de forma generalizada, o termo CCD (do inglês, Colony Collapse Disorder) ou Síndrome do Colapso da Colônia, muito embora tal termo, em sentido estrito, se refira a casos em que a colônia entra em colapso devido à perda repentina da população adulta, com características específicas. No Brasil o termo mais adotado é declínio e enfraquecimento, visto que não ocorre repentinamente, salvo poucas exceções. Além dos fatores antrópicos envolvidos com o fenômeno, normalmente, há uma queda na população das abelhas durante períodos de seca ou invernos rigorosos. Na tentativa de auxiliar as abelhas a sobreviverem a esses longos períodos de escassez de alimento e/ou excesso de frio ou chuvas, diferentes suplementos alimentares têm sido testados. No entanto, essas dietas não foram eficientes para a suplementação alimentar das abelhas. Desde 2009, na região da Toscana na Itália, um novo alimento tem sido testado e se mostrou muito eficiente não apenas na suplementação alimentar das abelhas, mas também no combate ao CCD. Em condições artificiais, em abelhas confinadas em pequenas caixas em laboratório, a alimentação com ©BeesVita Plus (BVP) ativou genes envolvidos na resposta imune e de metabolismo celular em relação ao grupo controle que era alimentado apenas com xarope (solução de água e açúcar, com concentração de 50%) e pão de abelha (do inglês beebread), que é o pólen armazenado pelas abelhas e fermentado. Na presente pesquisa, investigaremos a eficiência da suplementação de enxames de Apis mellifera africanizadas com BVP ao longo de um ano, avaliando a capacidade de manutenção da colônia e resistência e tolerância a doenças como a varroatose e nosemose, as quais afiguram-se como os principais problemas sanitários da apicultura na atualidade.

Ver detalhes do projeto

  Érica Weinstein Teixeira      Apta Regional / IZ

Avaliação do desempenho agronômico e tecnológico de germoplasma de Coffea arabica

n° SGP 1593

A qualidade da bebida do café arábica  é influenciada por inúmeros fatores e suas interações, destacando-se especialmente aqueles relacionados à constituição genética das  plantas, à complexa composição química dos grãos crus e às etapas de pós-colheita, sendo finalizada pelo processo de torra dos grãos. Também é amplamente reconhecido que o cafeeiro arábica apresenta estreita base genética, fato decorrente, em parte, da forma como foi disseminado entre os países que adotaram seu plantio, assim como de aspectos biológicos peculiares à espécie, ou seja, a autogamia e a tetraploidia. Os procedimentos do melhoramento genético clássico adotados para a geração de novas cultivares de café arábica têm início em hibridações planejadas entre parentais selecionados em função da complementariedade entre suas contribuições genéticas.Para tanto é necessário um processo anterior de caracterização ,e  de manutenção, bem como de estudos visando ao conhecimento das características dos genótipos presentes em coleções de germoplasma, de forma a permitir sua utilização proveitosa no melhoramento genético. O programa de melhoramento do café do IAC realizou ao longo dos anos muitos cruzamentos entre cultivares comerciais e acessos do seu banco de germoplasma (BAG), muitos dos quais   encontrando-se instalados no campo. O objetivo deste projeto é avaliar o desempenho agronômico e tecnológico de progênies de acessos individuais originários da Etiópia e de  progênies híbridas entre acessos etíopes e de outras origens com cultivares elite. Pretende-se também obter   novos híbridos F1 entre cultivares elite e acessos selecionados por seu valor agronômico e/ou tecnológico para posterior avaliação agronômica.

Ver detalhes do projeto

  Maria Bernadete Silvarolla      IAC

MORMO: AVALIAÇÃO CLÍNICA, EPIDEMIOLÓGICA, ANATOMOPATOLÓGICA E MICROBIOLÓGICA

n° SGP 1591

O mormo é uma doença infectocontagiosa, de caráter agudo ou crônico, que acomete os equídeos. Pode também acometer o homem, os carnívoros e eventualmente pequenos ruminantes. É causada pela bactéria Burkholderia mallei, que desencadeia formação de nódulos e úlceras principalmente no trato respiratório ou na pele dos animais. Essa enfermidade é de notificação obrigatória, contudo não há disponível no mercado kits validados para sua análise laboratorial, gerando problemas na confirmação de focos da doença e na condução do programa de controle e erradicação do mormo. Com o aumento da ocorrência de casos clínicos na região sudeste e questionamento de resultados de exames laboratoriais, houve demanda do Ministério da Agricultura e Abastecimento para estudar equídeos com resultados diferente de negativo (inconclusivo, anticomplementar e positivo) para B. mallei visando levantar dados e esclarecer aspectos quanto à patogenia, imunidade, diagnóstico e epidemiologia da doença. Coordenado pelo Instituto Biológico e em parceria com MAPA, Coordenadoria de Defesa Agropecuária de São Paulo e Agência de Inspeção Alimentar Canadense, este estudo tem por objetivos o monitoramento de animais provenientes de focos; desenvolver, padronizar e validar métodos sorológicos e moleculares para identificação da B. mallei; buscar uma definição de caso de mormo a partir da análise dos métodos avaliados (clínicos, epidemiológicos e detecção direta e indireta do agente);  e desenvolver material técnico e didático para auxiliar no diagnóstico precoce da  doença. Serão analisados 26 equinos provenientes de focos em saneamento nos Estados de São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro, mantidos na Estação Quarentenária do MAPA localizada em Cananéia, SP. Amostras de sangue e suabe nasal estão sendo coletadas a cada quinze dias, havendo previsão de acompanhamento por 2 anos, com a finalidade de desenvolver, padronizar e validar ensaios de imunodiagnóstico (Fixação de Complemento a quente e a frio, Western-blotting, ELISA) e biologia molecular. Quando houver linfoadenomegalia, o conteúdo será analisado para detecção da B. mallei. Em caso de óbito dos equinos será realizada necropsia para avaliação anatomo-patológica e diagnóstico diferencial com doenças confundíveis. Com os resultados, o presente trabalho contribuirá para geração do conhecimento sobre a epidemiologia do mormo e no estabelecimento de métodos laboratoriais, mais sensíveis e específicos. Ainda, serão disponibilizadas às autoridades sanitárias melhores escolhas de métodos confirmatórios desta doença, que poderão ser incluídos na legislação para conduzir as ações de controle e erradicação. Destaca-se que o Brasil acumulou experiências e poderá auxiliar outros países com essas informações inéditas adquiridas.O mormo é uma doença infectocontagiosa, de caráter agudo ou crônico, que acomete os equídeos. Pode também acometer o homem, os carnívoros e eventualmente pequenos ruminantes. É causada pela bactéria Burkholderia mallei, que desencadeia formação de nódulos e úlceras principalmente no trato respiratório ou na pele dos animais. Essa enfermidade é de notificação obrigatória, contudo não há disponível no mercado kits validados para sua análise laboratorial, gerando problemas na confirmação de focos da doença e na condução do programa de controle e erradicação do mormo. Com o aumento da ocorrência de casos clínicos na região sudeste e questionamento de resultados de exames laboratoriais, houve demanda do Ministério da Agricultura e Abastecimento para estudar equídeos com resultados diferente de negativo (inconclusivo, anticomplementar e positivo) para B. mallei visando levantar dados e esclarecer aspectos quanto à patogenia, imunidade, diagnóstico e epidemiologia da doença. Coordenado pelo Instituto Biológico e em parceria com MAPA, Coordenadoria de Defesa Agropecuária de São Paulo e Agência de Inspeção Alimentar Canadense, este estudo tem por objetivos o monitoramento de animais provenientes de focos; desenvolver, padronizar e validar métodos sorológicos e moleculares para identificação da B. mallei; buscar uma definição de caso de mormo a partir da análise dos métodos avaliados (clínicos, epidemiológicos e detecção direta e indireta do agente);  e desenvolver material técnico e didático para auxiliar no diagnóstico precoce da  doença. Serão analisados 26 equinos provenientes de focos em saneamento nos Estados de São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro, mantidos na Estação Quarentenária do MAPA localizada em Cananéia, SP. Amostras de sangue e suabe nasal estão sendo coletadas a cada quinze dias, havendo previsão de acompanhamento por 2 anos, com a finalidade de desenvolver, padronizar e validar ensaios de imunodiagnóstico (Fixação de Complemento a quente e a frio, Western-blotting, ELISA) e biologia molecular. Quando houver linfoadenomegalia, o conteúdo será analisado para detecção da B. mallei. Em caso de óbito dos equinos será realizada necropsia para avaliação anatomo-patológica e diagnóstico diferencial com doenças confundíveis. Com os resultados, o presente trabalho contribuirá para geração do conhecimento sobre a epidemiologia do mormo e no estabelecimento de métodos laboratoriais, mais sensíveis e específicos. Ainda, serão disponibilizadas às autoridades sanitárias melhores escolhas de métodos confirmatórios desta doença, que poderão ser incluídos na legislação para conduzir as ações de controle e erradicação. Destaca-se que o Brasil acumulou experiências e poderá auxiliar outros países com essas informações inéditas adquiridas.

Ver detalhes do projeto

  Edviges Maristela Pituco      IB

A inserção do Instituto de Economia Agrícola (IEA) no Processo Prospectivo do Desenvolvimento do Brasil 2035.

n° SGP 1590

Esta proposta de projeto tem por objetivo produzir informações visando inserir as contribuições do IEA no Processo Prospectivo do Desenvolvimento do Brasil 2035, conduzido pelo NAPLP/FEA/USP. Tal processo tem por objetivo identificar elementos que subsidiem a formulação de estratégias de desenvolvimento para o Brasil, tendo 2035 como horizonte temporal. Para tanto, está estruturado em metodologia prospectiva que prevê a realização de seminários, oficinas e cursos com a participação de vários atores representantes dos segmentos da nossa sociedade, dentre eles estão as atividades de pesquisa, seus profissionais e instituições, a exemplo do IEA. Nessa oportunidade o Instituto será responsável pela condução dos trabalhos relacionados a uma das 51 variáveis que compõem o processo prospectivo. Dessa forma, as atividades de pesquisa necessárias ao cumprimento das etapas previstas no processo dependem da organização e sistematização de informações, assim como de discussão, conforme propõe esse projeto.

Ver detalhes do projeto

  Ana Victória Vieira Martins Monteiro      IEA

Caracterização da puberdade em machos da raça Nelore, com consumo alimentar residual divergente e suplementados com ácidos graxos poliisaturados

n° SGP 1589

A eficência alimentar é muito importante para os programas de melhoramento. O consumo alimentar residual (CAR) é um indicador que apresenta uma correção do consumo alimentar para o peso do animal e o ganho em peso. Além dessa característica, a puberdade é importante para o melhoramento reprodutivo dos bovinos. A produção e qualidade do sêmen são influenciadas por vários fatores, principalmente a nutrição. Os ácidos graxos poliinsaturados (AGPs) têm efeito sobre o desempenho reprodutivo dos machos. Poucos estudos foram feitos para avaliar o impacto da seleção genética para eficiência alimentar na reprodução das raças zebuínas. Dentro do contexto abordado, o objetivo do presente trabalho é de avaliar os efeitos da suplementação com AGPs na puberdade e nas características seminais de machos da raça Nelore selecionados para CAR. Serão selecionados por ano 50 bovinos jovens de 12 meses do rebanho tradicional (NeT) para consumo alimentar residual do Instituto de Zootecnia (IZ) no município de Sertãozinho. Estes animais serão divididos em 3 grupos: sendo o primeiro grupo
suplementado com AGPs composto por 20 animais (10 CAR negativo e 10 CAR positivo); o segundo grupo será suplementado com uma dieta isoprotéica ao do primeiro grupo mas sem AGPs composto por 20 animais (10 CAR negativo e 10 CAR positivo); e o terceiro grupo sem suplementação apenas no pasto composto por 10 animais (5 CAR negativo e 5 CAR positivo). Serão feitas avaliações entre 12 e 24 meses de idade a cada 28 dias de peso, ECC, altura da garupa e ultrassom de carcaça. Além disso, serão avaliadas mensuração do perímetro escrotal, ultrassonografia testicular e glandular e coleta de sêmen para averiguar as características seminais e posteriormente criopreservação. Após descongelação serão realizados novos testes da qualidade espermática.

Ver detalhes do projeto

  Fabio Morato Monteiro      IZ

Influência das mudanças climáticas nos sólidos solúveis em resíduos da produção (casca do café em coco) e utilização desses em novos produtos

n° SGP 1588

 

O trabalho consiste na caracterização dos resíduos da produção (casca do café em coco) e utilização desses em novos produtos, desenvolvimento de uma geléia e molho a base de café, visando a elaboração de um produto com boa qualidade organoléptica.

 

.

Ver detalhes do projeto

  Paulo Eduardo da Rocha Tavares      ITAL
  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930