Detalhes do projeto SGP 2168

Página Inicial / Busca de Projetos / Detalhes do projeto

Análise do perfil de expressão de genes associados ao estresse térmico e consumo alimentar residual em bovinos das raças Nelore e Caracu

Coordenador(a): CLAUDIA CRISTINA PARO DE PAZ

Vigência do projeto

01/02/2019 até 28/01/2021

Unidade responsável

IZ, Centro de Bovinos de Corte

Área Estratégica

biotecnologia e biologia molecular

Linha de Pesquisa

Recursos e Melhoramento genético animal

 

No Brasil o maior limitante para produção de raças bovinas especializadas para produção de carne de alta qualidade, que geralmente são originárias de regiões de clima temperado, é o estresse térmico. Nos países de clima tropical é fundamental o conhecimento dos mecanismos de adaptabilidade raças bovinas com maior potencial genético para estas características, principalmente com as mudanças climáticas veem que ocorrendo. A produção de carne bovina precisa ser cada vez mais eficiente e baseada no desenvolvimento sustentável. Nessa perspectiva, os aspectos relacionados ao conforto térmico para bovinos de corte são muito importantes. O conforto térmico para bovinos pressupõe grande exigência de conforto climático, necessitando de instalações e de manejo que diminuam o efeito estressante da temperatura.

As raças zebuínas (Bos indicus), devido ao longo tempo de adaptação ao clima tropical, são mais eficientes em regular a temperatura corporal em resposta ao estresse térmico comparado às raças europeias (Bos taurus) (BEATTY et al., 2006). Como consequência do estresse térmico, os efeitos prejudiciais sobre o consumo de ração, produção de leite, a taxa de crescimento e reprodução são menores nos animais zebuínos do que nos taurinos (GAUGHAN et al., 2010; HANSEN, 2004). A raça Nelore demonstra boa tolerância ao calor por possuir pelo curto, grosso e sedoso que reflete os raios de sol, sua resistência ao calor se deve também ao fato de a superfície corporal ser maior, pelo maior número de glândulas sudoríparas, além do que apresentam uma taxa metabólica mais baixa (trato digestivo menor) o que representa menor geração de calor.

O objetivo principal desta proposta é avaliar o perfil de expressão de genes relacionados ao estresse térmico e consumo alimentar residual (CAR) entre as raças Nelore (Bos indicus) e Caracu (Bos taurus). Durante os meses de verão, quando as temperaturas atingem o pico (outubro a fevereiro), serão tomadas as mensurações das temperaturas retal e da superfície da pele e frequências cardíacas e respiratórias dos animais das duas raças. Para o teste de eficiência alimentar, são utilizados piquetes equipados com cochos GrowSafe System®, que permitem a mensuração de cada evento de alimentação individual e do consumo alimentar. Amostras de sangue serão utilizadas para extração de mRNA e estudo dos níveis de transcritos por PCR em tempo real dos genes HSPD1, HSPA1A, HSP90AA1, AHSG, NR3C1, NPY, POMC e SERPINI2. A identificação de diferenças em nível de expressão permitirá detectar biomarcadores que possam ser utilizados na seleção de animais mais eficientes e mais adaptados às condições climáticas.

  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930