Projetos APTA no Departamento de Descentralização do Desenvolvimento, Polo Regional Extremo Oeste

Página Inicial / Busca de Projetos

4 projetos ativos encontrados - pág. 1 de 1

APLICAÇÃO DE AGRI-K E SUPABOR NA ADUBAÇÃO FOLIAR DA CULTURA DO ABACAXI HAVAIANO

n° SGP 2075

Dentre os principais estados produtores do país, São Paulo se apresentava na quarta colocação, atrás da Paraíba, do Pará e de Minas Gerais. Especializados na produção da variedade de abacaxi Havaí desde 1956, os municípios de Guaraçaí (1º) e Mirandópolis (2º) destacam-se respectivamente como os maiores produtores do estado de São Paulo na atualidade.

O abacaxi é uma planta exigente, demandando grandes quantidades de nutrientes. Dependendo das condições ambientais somente as adubações via solo não conseguem suprir integralmente as demandas da cultura, nestes casos, as adubações via foliar podem auxiliar em eventuais deficiências. A adubação foliar nos últimos tempos vem se tornando bastante expressiva, devido ao suprimento, principalmente na cultura do abacaxi. Há vários outros fatores que contribuem para o interesse no uso da prática da adubação foliar. O cultivo continuado de certas áreas tornou freqüente o aparecimento de deficiências minerais que muitas vezes são corrigidas eficientemente mediante pulverizações foliares, enquanto, as aplicações de nutrientes no solo nem sempre dão resultados satisfatórios.

Adubação foliar em abacaxizeiro requer cuidados especiais, entre eles a concentração de adubos nas soluções, que não deve passar de 10,0%; a uréia não deve ultrapassar 5,0%, cloreto de potássio deve estar entre 1,0 e 3,0%, o sulfato de zinco entre 0,5 e 2,5% (SOUZA, 1999).

O sabor do abacaxi é devido principalmente ao conteúdo de açúcares e ácidos orgânicos, os quais dependem muito da temperatura do ar e da insolação na época da maturação, tendo a temperatura efeitos, sobretudo na acidez (que é menor no verão que no inverno), enquanto o teor de açúcar aumenta com o aumento da insolação (maior atividade fisiológica da planta). Uma das formas de se minimizar estes efeitos é a aplicação de adubos potássicos. O potássio (K) é vital para a fotossíntese, em situações de deficiência provoca redução da taxa fotossintética e aumento na respiração, resultando na diminuição do acúmulo de carboidratos (NOVAIS et al., 2007). Este nutriente também é responsável pela translocação de açúcares e síntese de amido (KUMAR et al., 2007). O K afeta atributos como cor, tamanho, acidez, valor nutritivo e resistência ao transporte, manuseio e armazenamento, sendo considerado um nutriente muito relacionado com a qualidade (RAIJ, 1990). Por estas razões, estudos relacionando doses a qualidade são necessárias, pois são complementares aos trabalhos voltados à produção e desenvolvimento vegetativo. São escassos estudos dessa natureza via aplicação foliar.

No cultivo de abacaxi havaiano na época de inverno é comum encontrar o aparecimento de frutos irregulares e com deformações principalmente na parte apical do fruto próximo a coroa. Estas deformações podem estar relacionadas a translocação de nutrientes que apresentam baixa mobilidade na planta como o cálcio (Ca)  e o boro (B).

 A disponibilidade de B para as plantas varia com a textura do solo. Em solos arenosos, essa disponibilidade é muito baixa devido à baixa capacidade de adsorção desses solos, à lixiviação do boro e ao pH ácido do solo (DANTAS, 1991). Em abacaxizeiro, a deficiência de B acarreta uma deterioração do sistema vascular da planta, que pode levar à morte do meristema apical. As folhas das plantas deficientes ficam mais espessas, apresentam aspecto coriáceo e as mais novas podem ser retorcidas. O fruto é anormal, em forma e tamanho, com a presença de tecidos corticosos entre os frutos e com rachaduras na superfície externa (SIEBENEICHLER, 2002). Assim o presente estudo visa investigar a contribuição da adubação foliar, a fim de amenizar estes problemas de ordem fisiológica de frutos de abacaxi havaiano no inverno.

 Este trabalho tem por objetivo avaliar o efeito da aplicação de diferentes doses de potássio e boro via foliar sobre a produção e a qualidade do abacaxi havaiano

Os tratamentos consistiram da combinação entre doses de boro e potássio via foliar sendo cinco doses de K (0; 1,5; 3,0; 4,5 e 6 L ha-1 de Agri-K) e cinco doses de B (0; 1,5; 3,0; 4,5 e 6 L ha-1 de Supabor) aplicação será feita , conforme a Tabela 1. Assim, o delineamento experimental utilizado será de blocos casualizados, em esquema fatorial 6 x 6, com quatro repetições. Cada parcela experimental será constituída por 1,6 metros de comprimento (2 linhas duplas de 0,8 m) e 5,2 m de comprimento, perfazendo uma área total de 8,3 m2 (Figura 1), no total o experimento terá 100 parcelas (25 tratamentos e 4 repetições). Toda mistura dos produtos será adicionando Supra Sílica na proporção 2 L ha-1. O volume da calda de aplicação será de 500 L ha-1. Serão feitas três aplicações durante a frutificação.

Ver detalhes do projeto

  Humberto Sampaio de Araújo      Apta Regional / IAC

EFICIÊNCIA DE FOSFITOS NO CONTROLE DE VIROSES EM ABOBRINHA ITALIANA.

n° SGP 1122

Propõe-se a realização de experimentação em campo aberto, no Pólo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios do Extremo Oeste, sediado no município de Andradina-SP. Serão realizados 5 tratamentos:  3 doses de fosfito (100g de fosfito 100 l-1, 200g de fosfito 100 l-1, 300g de fosfito 100 l-1), 1 tratamento com fungicida e 1 tratamento testemunha. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados, com 7 repetições. As parcelas serão constituídas pelos tratamentos propostos. Cada parcela terá 4 plantas com dimensão de 2 m de comprimento x 1 m de largura. Serão avaliados o diâmetro de fruto, comprimento de fruto, massa de fruto total e comercial do fruto, número de frutos total e comercial, identificação de doença, severidade da doença predominante e será feito o teste sorológico ELISA (“Enzyme Linked Immunosorbent Assay”), do tipo PTA (“Plate Trapped Antigen”), para confirmar a infecção pelas estirpes fracas de PRSV-W e ZYMV ( Para tal serão utilizados antissoros específicos contra a proteína capsidial do PRSV-W e do ZYMV). Os dados serão analisados no programa Sisvar 5.0 para Windows. Os resultados serão submetidos à análise de variância e em caso de efeito significativo para os tratamentos as médias de produção serão comparadas pelo teste de Tukey a 5%.

Ver detalhes do projeto

  Humberto Sampaio de Araújo      Apta Regional / IAC

Teste de progênies de segunda geração de pinus Tropicais para produção de resina e madeira

n° SGP 958

A introdução de espécies florestais exóticas no Brasil proporcionou grandes benefícios para o desenvolvimento socioeconômico de diversas regiões do País, o Pinus está dentre as espécies exóticas de rápido crescimento que tiveram grande sucesso como produtoras de aglomerados, laminados, madeira, móveis, serraria, celulose e resina, para esta, tem se destacado as espécie Pinus caribaea e suas três variedades. E procurando selecionar material genético adaptado e produtivo para as diferentes regiões bioclimáticas, este trabalho tem como objetivo: i. Avaliar os caracteres de crescimento (altura, CAC) em experimentos de Pinus caribaea var. bahamensis e Pinus caribaea var. hondurensis; ii. Estimar a variabilidade genética entre as progênies; iii. Determinar os ganhos na seleção para selecionar as melhores progênies para produção de resina.

Ver detalhes do projeto

  Gustavo Pavan Mateus      Apta Regional / IAC

SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA NO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

n° SGP 893

Os sistemas Agrossilvipastoris são sistemas de produção utilizados para a recuperação de áreas degradadas, por meio do emprego de lavouras, tendo como finalidade a produção de grãos para amortizar, em parte os custos da recuperação das pastagens, pela venda dos grãos e o aproveitamento dos nutrientes residuais das lavouras para produção de forragem. Além, da lavoura e da pastagem, utiliza-se o componente arbóreo. A implantação de sombra é uma medida usada para proteger o animal do calor, para assim, diminuir o estresse calórico e melhorar o desempenho animal. O presente projeto tem por objetivo avaliar o efeito dos sistemas de produção integrados na qualidade do solo, nas condições mais próximas da realidade dos produtores da região, demonstrando a contribuição do sistema plantio direto na melhoria das propriedades químicas, físicas e biológicas do solo, com destaque ao aumento de carbono; Avaliando sua viabilidade econômica; Divulgar informações técnicas e econômicas, sobre o sistema integração agricultura-pecuária-floresta na reforma de pastagem. Em cada módulo, os parâmetros avaliados serão: a produtividade de madeira, a produção da forrageira, os atributos do solo e a análise econômica. Para a pecuária serão avaliados o ganho de peso (ganho de peso/ha, ganho de peso médio diário) e taxa de lotação.

 

Ver detalhes do projeto

  Gustavo Pavan Mateus      Apta Regional / IAC
  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930