Projetos APTA no Coordenadoria APTA

Página Inicial / Busca de Projetos

3 projetos ativos encontrados - pág. 1 de 1

PESQUISA DO VÍRUS RÁBICO EM MORCEGOS HEMATÓFAGOS (Desmodus rotundus) NA REGIÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

n° SGP 2090

O laboratório do Pólo da Alta Sorocabana, Presidente Prudente, SP, realiza o diagnóstico laboratorial da raiva desde 1995, ano em que foi credenciado para tal pelo Ministério da Saúde. Daquele ano até a presente data, já isolou o vírus rábico de várias espécies de morcegos não hematófagas (frugíveras e insetívoras), portadoras, em sua maior parte, da variante antigênica 3 do morcego Desmodus rotundus, que é hematófago. Para avaliar a presença do vírus rábico nestas espécies de morcegos, os mesmos serão capturados em abrigos cadastrados na região Oeste do Estado de São Paulo. Amostras de tecido cerebral serão submetidas aos testes de imunofluorescência direta e ensaios PCR. Anticorpos séricos serão mensurados por inibição de focos de fluorescência rápida (RFFIT). Se faz necessário, um estudo mais aprofundado da presença do vírus rábico nestas espécies existentes na região, bem como, da relação das mesmas com a disseminação do vírus, evitando assim, o contágio da população humana e animal, principalmente cães e gatos.

Ver detalhes do projeto

  Avelino Albas      Apta Regional / APTA

Avaliação de clones Asiáticos de seringueira em diferentes regiões do estado de São Paulo.

n° SGP 1576

Existe um Instituto chamado IRRDB (International Rubber Research and Development Board), que engloba todos os Países Produtores e Entidades ligadas à cadeia mundial de Borracha Natural, que após a participação de representantes da Câmara Setorial de Borracha Natural do Estado de São Paulo, na Conferência Anual de do IRRDB-2016 no Cambodja, convidou o Brasil para fazer parte deste grupo, através de sua filiação e pagamento de uma Anuidade. Como membro participante o Brasil terá direito de participar de todas as reuniões, congressos e conferências relativas ao setor da borracha natural, bem como de diversos programas técnicos-científicos, incluindo intercâmbio genético para recebimento e envio de clones de seringueira desenvolvidos nos diferentes países membros.

Desta forma, este projeto compreende duas etapas: pagamento da primeira anuidade de filiação do Brasil, sendo seu representante oficial para recebimento dos clones o IAC (Instituto Agronômico de Campinas) que como entidade oficial do Governo tem um Quarentenário .Desta maneira, serão enviados 49 clones Asiáticos de Seringueira considerados de última geração nestes países, pois são mais produtivos, possuem resistência ao vento, ao frio e à doenças, que serão distribuídos e levados à testes em áreas experimentais da APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios).

Assim como já ocorreu no passado o recebimento de material genético selecionado poderá permitir um salto tecnológico para a heveicultura nacional, permitindo um atalho para o futuro, com custos extremamente baixos.

A APTA já manifestou a disposição para incluir em seu orçamento o pagamento das futuras anuidades.

 

Ver detalhes do projeto

  Elaine Cristine Piffer Gonçalves      Apta Regional / APTA

Caracterização protéica e Quantificação de isoflavonas agliconas em cultivares de soja

n° SGP 477

Quantificar isoflavonas agliconas: daidzeína, genisteína e gliciteína em diferentes leguminosas, armazenadas em banco de germoplasma do Instituto de Zootecnia de Nova Odessa, utilizando SDS-PAGE e anticorpos policlonais, levando em conta diversos processamentos das sementes, utilizando como parâmetro a soja comercial (Glycine max).

As isoflavonas são também conhecidas como fitoestrogênios e são compostos basicamente fenólicos presentes principalmente em leguminosas, das quais a mais estudada é a soja (Glycine max) ( CALLOU, 2009). Na planta, as isoflvonas possuem diversas funções, entre elas a de proteção contra patógenos, resistência a artrópodes e nematóides e efeito anti-bacteriano. Estudos associam o teor de isoflavonas a viscosidade das sementes. As isoflavonas na soja desenvolvem-se durante o enchimento do grão (JUSTEN, 2007).Este trabalho propõe estabelecer o perfil proteico de espécies de legumonisas do banco de germoplasma do IZ e quantificar as agliconas por imunoensaios

Ver detalhes do projeto

  Keila Maria Roncato Duarte      Apta Regional / APTA
  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930