Detalhes do projeto SGP 825

Página Inicial / Busca de Projetos / Detalhes do projeto

REVISÃO SISTEMÁTICA E META-ANÁLISE EM ESTUDOS COM ADUBAÇÃO VERDE EM CANA-DE-AÇÚCAR

Coordenador(a): Edmilson José Ambrosano

Vigência do projeto

01/05/2016 até 28/12/2018

Unidade responsável

DDD, Polo Regional Centro Sul

IAC, Centro de Grãos e Fibras

Área Estratégica

desenvolvimento regional

Linha de Pesquisa

Sistemas de produção

 

Revisão sistemática é uma revisão planejada para responder a uma pergunta específica que utiliza métodos explícitos e sistemáticos para identificar, selecionar e avaliar criticamente os estudos, bem como analisar os dados dos estudos incluídos na revisão.  A meta-análise ou metanálise é um método estatístico utilizado para integrar os resultados dos estudos incluídos em uma revisão sistemática. O termo também é utilizado para se referir a revisões sistemáticas que utilizam a meta-análise.
A meta-análise se desenvolveu inicialmente nas ciências sociais, na educação, na medicina e, mais tarde, na agropecuária, sendo hoje aplicada em todas as áreas de conhecimento em que se pretende reunir estudos com o objetivo de se concluir sobre o caminho percorrido, os erros e acertos e auxiliar na projeção de novos estudos (Lovatto et al., 2007). Apesar de Smith e Glass (1977) serem considerados pela literatura como os pioneiros em meta-analise, os seus fundamentos são muito anteriores aos trabalhos desses autores.
Fisher (1935) afirmou que ao se realizar testes de hipóteses em experimentos independentes, estes podem não ser significativos, mas na associação deles as probabilidades são em geral mais baixas, podendo ser significativas. Em 1932 Fisher propôs um método para combinar os valores de p, lançando a ideia de valores de probabilidade acumulativos. Seguindo essa linha de pensamento os primeiros trabalhos que se interessaram pela problemática da combinação dos resultados de vários experimentos independentes foram realizados por Cochran (1954), mas o método desenvolvido por Mantel & Haenszel (1959) se tornou um dos principais nessa área. Muitos autores acham que esses métodos serviram como base estatística para a moderna meta-análise.
Muitas vezes o grande volume de informações pode dificultar a contextualização do problema com erros de interpretação ou análise. Nesse sentido, essa síntese melhora o poder dos testes estatísticos para avaliação dos efeitos dos tratamentos, sendo mais precisa a estimativa do tamanho do efeito. A meta-análise permite ainda, em caso de resultados aparentemente discordantes, obter uma visão geral da situação (Boissel et al., 1989; Boissel, 1994; D’Agostino & Weintraub, 1995).
O número de meta-análises publicado no domínio das ciências animais e agrícola tem aumentado nos últimos anos (Lovatto & Sauvant, 2002; Martin & Sauvant, 2002; Offner et al., 2003; Eugêne et al., 2004; Hauptli et al., 2007) sinalizando que esse procedimento possa se tornar rotina nesse campo da ciência.

O projeto na linha de revisão sistemática e meta-analise têm como o objetivo sintetizar a evidência científica e a situação atual do conhecimento sobre adubação verde em cana-de-açúcar, estimando com maior precisão o tamanho do efeito de tratamento e permitindo um melhor planejamento de pesquisas futuras.

  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930