Detalhes do projeto SGP 1721

Página Inicial / Busca de Projetos / Detalhes do projeto

ESTUDO DE ESTRATÉGIAS QUE INTERFIRAM NO POUSO DE Diaphorina citri EM POMARES CÍTRICOS EM FORMAÇÃO

Coordenador(a): FERNANDO JAVIER SANHUEZA SALAS

Vigência do projeto

01/03/2015 até 28/03/2018

Unidade responsável

IB, Centro de Sanidade Vegetal

Área Estratégica

agroenergia/manejo e tratos culturais

Linha de Pesquisa

Sanidade Vegetal

 

O psilídeo D. citri é considerado a principal praga dos citros por ser vetor das bactérias associadas ao HLB. O manejo da doença depende da prevenção da infecção e da redução de fontes de inóculo nos pomares, que são alcançados pelo plantio de mudas sadias, inspeção e erradicação de plantas com sintomas da doença e controle da população de psilídeos.

Atualmente, o controle químico é a tática mais efetiva de manejo de D. citri. Este se inicia no viveiro, com a aplicação de inseticidas sistêmicos nas mudas. Nos pomares em formação aplicam-se inseticidas sistêmicos e de contato, e em pomares em produção somente inseticidas de contato (3).  Nos últimos anos, o aumento nas aplicações de inseticidas contra o psilídeo elevou o custo de produção. 

Uma das alternativas para o controle do pouso do inseto e o uso de agrotextil, que são filamentos contínuos de polipropileno ou polietileno soldados termicamente, permeáveis à água e ao ar, e que permite passagem de luz. Este material vem sendo usado com sucesso por produtores de melão no manejo de viroses transmitidas por insetos vetores (F. J. S. Salas, comunicação pessoal), com significativa redução na população de vetores de vírus em cultivos hortícolas (17,18). Em laboratório e casa de vegetação o agrotextil impediu alimentação de D. citri sem interferir no desenvolvimento dos citros (M. P. Miranda, dados não publicados), com potencial de uso como barreira de acesso à planta pelo psilídeo.

O Objetivo principal  do projeto é avaliar a viabilidade do agrotextil como barreira de disseminação do HLB em pomar em formação

  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930