Detalhes do projeto SGP 1949

Página Inicial / Busca de Projetos / Detalhes do projeto

Aproveitamento Integral de subprodutos da extração de óleo de matrizes oleaginosas

Coordenador(a): Maria Teresa Bertoldo Pacheco

Vigência do projeto

01/03/2018 até 28/02/2020

Unidade responsável

ITAL, Centro de Ciência e Qualidade de Alimentos

Área Estratégica

sustentabilidade ambiental

Linha de Pesquisa

Estudos Econômicos e Sociais

 

Este trabalho propõe um processo de utilização integral de todas as partes que compõe as matrizes oleaginosas, resultantes da extração do óleo. O delineamento tecnológico consiste no processamento e isolamento de frações com diferentes características para destinações apropriadas, permitindo a obtenção de novos produtos ou ingredientes alimentares. Para tal, o estudo propõe três matrizes: o palmiste, a castanha de caju quebrada e o girassol, cujo setor se encontra em expansão. De acordo com as características da matriz serão utilizados diferentes processos tecnológicos. Para a matriz girassol serão utilizadas diferentes soluções para recuperação dos compostos fenólicos, antes da extração proteica. Para o farelo de palmiste empregado um processo hidrolítico  para aumentar a extração da proteína e para a castanha extração proteica com solução alcalina. A água utilizada no processo será recuperada para reuso pela técnica de ultrafiltração. Separada e concentrada a proteína resultará a fração fibrosa para todas as matrizes. A seguir as frações serão caracterizadas quanto as suas propriedades nutritivas, tecnológicas e bioativas para serem destinadas para elaboração de novos produtos e ingredientes alimentares, visando à obtenção de produtos saudáveis e inovadores.Este trabalho propõe um processo de utilização integral de todas as partes que compõe as matrizes oleaginosas, resultantes da extração do óleo. O delineamento tecnológico consiste no processamento e isolamento de frações com diferentes características para destinações apropriadas, permitindo a obtenção de novos produtos ou ingredientes alimentares. Para tal, o estudo propõe três matrizes: o palmiste, a castanha de caju quebrada e o girassol, cujo setor se encontra em expansão. De acordo com as características da matriz serão utilizados diferentes processos tecnológicos. Para a matriz girassol serão utilizadas diferentes soluções para recuperação dos compostos fenólicos, antes da extração proteica. Para o farelo de palmiste empregado um processo hidrolítico  para aumentar a extração da proteína e para a castanha extração proteica com solução alcalina. A água utilizada no processo será recuperada para reuso pela técnica de ultrafiltração. Separada e concentrada a proteína resultará a fração fibrosa para todas as matrizes. A seguir as frações serão caracterizadas quanto as suas propriedades nutritivas, tecnológicas e bioativas para serem destinadas para elaboração de novos produtos e ingredientes alimentares, visando à obtenção de produtos saudáveis e inovadores.

  Sobre

O SGP (Sistema de Gestão de Pesquisa) foi implementado em todas as unidades APTA, para centralizar o controle de todos os projetos desenvolvidos sob sua supervisão. [Ler mais]

Endereço APTA – São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, 254, 2º andar - República, São Paulo - SP

Fone : (11) 5067-0447 e 5067-0427

  Endereço APTA – Campinas

Avenida Barão de Itapura, 1481 - Botafogo, Campinas - SP

Fone : (19) 2137-8930